Últimas Notícias
Capa / NOTÍCIAS / Feirinha do Tropical e realocada para via pública

Feirinha do Tropical e realocada para via pública

Feirantes que ocupavam irregularmente um terreno próximo a rotatória do bairro Tropical terão que ser realocados, pois no local será construído uma escola pública. Os feirantes e representantes do governo se reuniram para se chegar a uma solução que beneficiasse aos dois lados.

Após várias reuniões ficou decidido que os feirantes ocupariam parte da Avenida Paricá, segundo o Secretário de Urbanismo, Engenheiro Edmar Cruz, declarou durante coletiva de imprensa que é uma via pouco trafegada “a gente já vem tentando uma negociação a algum tempo para que fosse liberada a área para uma execução de uma escola, no entanto a Feirinha do Tropical já é uma situação tradicional dentro do bairro Tropical, antes eles ocupavam a rotatória e foram tirados de lá pelo o governo anterior por questão de risco, de lá ficou acertado que eles ocupassem a aria que seria destina a construção da escola provisoriamente. O que a gente fez na verdade foi uma reunião com eles, foram notificados e deviam comparecer para que pudéssemos juntos buscar uma solução. Conversamos e fomos até o Tropical e a decisão até o momento do local mais apropriado para atender tanto a comunidade do tropical como os feirantes que precisam se instalar para que façam sua comercialização de produtos de alguma forma e visto que não tem uma outra ária disponível  no Tropical e há iminência de iniciar a construção da escola, tomou-se a decisão em conjunto que eles poderiam ocupar parte daquela avenida dupla, é única que tem naquele setor que só tem 150 metros de comprimento e que não tem trafegabilidade nenhuma”. Disse o secretário.

No local que foi autorizado pelo governo, os feirantes já iniciaram a construção dos 51 boxes que substituíram os barracos que estão no terreno que será construída a escola, os feirantes foram informados mediante acordo assinado que quando chegar a hora de sair desse espaço provisório para outro escolhido pela prefeitura os mesmos não terão direito a indenização.

Texto: Samara Guimarães

 

 

 

Sobre Click Estacão

Postado por click Estação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*