Últimas Notícias
Capa / NOTÍCIAS / PREFEITURA DE PARAUAPEBAS APOSTA NA ROTA DO FNO PARA AQUECIMENTO DA ECONOMIA

PREFEITURA DE PARAUAPEBAS APOSTA NA ROTA DO FNO PARA AQUECIMENTO DA ECONOMIA

Certa de que todo e qualquer financiamento a empreendedores, com baixas taxas de juro e longo prazo para pagamento, é muito bem vindo para movimentar e aquecer a economia de Parauapebas, a prefeitura fez parceria com o Banco da Amazônia (Basa) para incentivar os empresários do município a entrar na chamada Rota do FNO, o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), que até o final de junho deste ano irá agilizar propostas de empréstimos para quem deseja investir ou equilibrar seus negócios.

O lançamento programa Rota do FNO foi na última sexta-feira, 26, no auditório da prefeitura, que ficou completamente lotado de micro, pequenos e médios empresários e superou as expectativas dos diretores do Basa. Entre as autoridades presentes, o prefeito Darci Lermen; o vice-prefeito Sérgio Balduíno; o superintendente do Basa Pará e Amapá, Pedro Paulo Busatto; o diretor comercial do banco, Luiz Sampaio; o gerente do Sebrae em Parauapebas, Raimundo Nonato de Oliveira; e o prefeito de Eldorado dos Carajás, Célio Boiadeiro. Representando a Câmara Municipal, o vereador Horácio Martins.

Conforme explicou Luiz Sampaio, a Rota do FNO vai atingir 25 municípios do Norte e 11, no Pará. Na região do Carajás, além de Parauapebas, Eldorado e Canaã também estão contemplados. Somente neste ano, são pelo menos R$ 90 milhões que o Basa está disponibilizando para empreendedores individuais, empresas e produtores rurais, de todos os portes, inclusive para quem planeja se instalar na região e precisa de suporte financeiro.

“Se a demanda for boa aqui na região, podemos aumentar o valor (de R$ 90 milhões)”, afirmou Luiz Sampaio, acrescentando que o FNO trabalha com três linhas: capital de giro, custeio e financiamento para máquinas e equipamentos. Há linhas com taxas de juro bem abaixo das de mercado: 0,53%, ao mês, com prazos de até 20 anos para pagamento e sem tanta burocracia.

Quem aderir ao programa até o final de junho deste ano terá o projeto carimbado pelo Rota, o que vai agilizar a liberação do financiamento. “Para quem quer crescer e ter oportunidade, este é o momento certo porque as taxas estão caindo. Eu sei que tem muita gente temerosa, mas é preciso acreditar”, conclamou Pedro Busatto.

Ao final do lançamento do programa, o Basa já assinou contratos de financiamento com empresários e produtores locais.

INVESTIMENTOS EM PARAUAPEBAS

“Estamos vendo muita coisa boa aqui. Esse é um dinheiro que não pode escapulir”, enfatizou o prefeito Darci Lermen, para quem tanto o empresariado quanto o poder público de Parauapebas devem se mobilizar por todos os lados e fazer “um pacto” de união para que a economia do município volte a se fortalecer.

O prefeito destacou as potencialidades turísticas e econômicas de Parauapebas e elencou uma série de iniciativas que vêm tomando para a retomada do crescimento do município, com investimentos em novas matrizes econômicas para a geração de emprego e renda.

“A cada 15 dias, quando eu posso, vou a Brasília buscar recursos. Só nesta semana, recebi ligação de umas quatro ou cinco grandes empresas, que vêm aqui para o Norte e que estão interessadas em vir pra cá. Seu eu puder, eu vou trazê-las. O momento está bom”, avaliou Darci Lermen.

Entre os investimentos citados pelo prefeito, estão o fortalecimento do Polo Moveleiro; a construção do porto seco; a construção da orla da cidade, orçada em cerca de US$ 140 milhões pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); investimento em 200 hectares de horticultura; e implantação de um frigorífico.

Darci Lermen também aposta no turismo e na transformação de Parauapebas em cidade universitária. “Antes do final do ano, queremos começar a dar aula de Medicina. Não é justo que a gente produza tanta riqueza e a universidade não esteja instalada aqui para a formação dos nossos jovens”, anunciou ele, para informar que o município ganhou na Justiça uma ação que libera R$ 30 milhões do antigo Fundef e que esses recursos irão para os professores da rede municipal.

Texto: Hanny Amoras
Fotos: Matheus Costa
Assessoria de Comunicação – Ascom | PMP

Sobre Click Estacão

Postado por click Estação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*